sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Pão Australiano


O pão é um alimento que exerce grande fascínio sobre mim. Impossível enjoar. Adoro e faz parte da minha listinha de alimentos super básicos. Faço quase que diarimente e é incrível a quantidade de receitas que estão a nossa disposição.

O Pão Australiano ou Aussie é muito conhecido por quem costuma frequüentar o Outback. Embora eu não seja uma frequentadora assídua deste restaurante, gosto muito deste pão também. Esta receita encontrei visitando a minha querida amiga Nadia. Fiquei tão tentada que fiz no mesmo e nem deixei o pobre crescer duas vezes, como normalmente se faz.

Mas não se assustem, estes das fotos, foram feitos numa segunda oportunidade com mais calma e capricho. A Nadia sugere a forma de baguete, mas optei por dividir a massa em 2 partes e modelei em forma de bola, que é mais rápido. Marquei a massa com um X no centro, mas quase não ficou evidente. Alterei a temperatura do forno, mas tudo funcionou direitinho.

Se você nunca provou esta belezinha, não perca tempo e mãos a obra, porque vale a pena! Segue a receita como eu fiz.


Ingredientes:

7 g de fermento biológico seco (1 pacote)
3/4 xícara de água morna
1/2 xícara de açúcar mascavo
1 1/2 colher sopa de azeite
1 colher sopa de cacau
1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de farinha de centeio
1 pitada de sal
Farinha de milho para polvilhar


Modo de Preparar:

Numa vasilha dissolver o fermento na água morna. Acrescentar os ingredientes restantes e sovar a massa até se apresentar homogênea.

Colocar a massa numa vasilha levemente untada, cobrir com um pano e deixar descansando por cerca de 20 minutos ou até dobrar de tamanho.

Dar um soco na massa para remover o gás. Modelar a gosto, colocar numa assadeira enfarinhada, fazer um corte em forma de X na superfície de cada pão e polvilhar com farinha de milho. Cobrir os pães e deixar crescer novamente por cerca de 20 minutos ou até dobrar de volume.

Assar em forno pré-aquecido a 190ºC (375ºF) por 30 minutos. Deixar esfriar sobre uma grade.


Nota: A massa é meio grudentinha. Eu acrescento um pouco mais de farinha para que ela solte mais das mãos. Mas cuidado para não exagerar. Por ser pesada não cresce excessivamente como outros tipos de massa.


7 comentários:

Romy disse...

Que lindo pão!!!!

»¤Þ䵣䤫 disse...

Olá... Conheçi seu blog atraves do blog Divina Gula! Adorei estou te acompanhando! Quando tiver um tempinho da uma passadinha no meu blog - www.paulacavequia.blogspot.com - se participar ficarei mtu feliz! Bjinho

Na Cozinha da Carina disse...

huuum
adora fazer pães tbem!
principalmente pq o chirinho que fica pela casa é divino!

Dedeia disse...

Olá vovó!!
Adorei conhecer seu site e esta receita tambem.
Vou, com certeza, fazer e visitar sempre seu blog.
bjs

PATRICIA disse...

Ola
Fiz esse pão hj, mas alguma coisa não deu certo Ficou solado. Será que não deixei assando o suficiente ou foi quantidade de farinha? Como fica a consistencia da massa (pegajosa ou solta da mão?) Por favor, me dê uma dica.
Obrigada
Patricia

PATRICIA disse...

Ola
Fiz esse pão hj, mas alguma coisa não deu certo Ficou solado. Será que não deixei assando o suficiente ou foi quantidade de farinha? Como fica a consistencia da massa (pegajosa ou solta da mão?) Por favor, me dê uma dica.
Obrigada
Patricia

Magia na Cozinha disse...

Patrícia a massa fica meio pegajosa sim.
Quando eu trabalho a massa para moldá-la, acrescento um pouco mais de farinha, conforme a necessidade.
Esta massa é pesada e não cresce excessivamente.
Outra coisa, por engano, digitei 20 minutos no tempo de cozimento, mas deve ser 30. Peço desculpas.
Tente de novo que dá certinho. Ainda agora comi um destes no café da manhã e estava perfeito.
Bjs e boa sorte! :)